[A importância da adesão aos protocolos ESG por uma empresa]

Confiram:

Ser uma empresa sustentável na atualidade vai além de estar engajada com ações que visem a preservação do meio-ambiente. Essa preocupação é apenas um dos pilares do ESG (Environmental, Social and Governance – tradução: Ambiental, Social e Governança) – métrica de ativos intangíveis de uma empresa. Não se trata apenas de valores abstratos, mas de como conceitos estimados à sociedade contemporânea são aplicados pela empresa no dia a dia para atender seu cliente da melhor maneira possível no mesmo compasso em que transforma o mundo em um lugar melhor.

Sem ações contundentes para tornar o meio-ambiente viável a longo prazo, por parte de governos, corporações, empresas grandes ou pequenas e indivíduos, toda a humanidade sentirá as consequências. Tampouco ações sociais pontuais sem um planejamento equilibrado, sustentável e inclusivo não têm potencial de repercutir efetivamente em conquistas ou avanços da sociedade civil. 

A ideia de retribuir à sociedade demonstrando mais e melhor consciência das demandas e desafios contemporâneos virou soft power¹ e já é capaz de atrair investimentos e valorizar o capital social de uma empresa. Fazer o bem faz bem também para a saúde corporativa, o que nos leva ao terceiro pilar do ESG, a governança. 

A administração de uma empresa precisa ser eficiente para além de balanços financeiros. A conduta corporativa precisa ser adequada e transparente em todos os setores. De auditoria a recursos humanos, passando pela relação com público externo, como clientes e fornecedores.

A RS Serviços é uma empresa ESG não apenas por estar em sintonia com seu tempo, mas por acreditar que transparência e união rimam com responsabilidade e engajamento. A própria atividade-fim da empresa pressupõe uma governança corporativa forte e bem estruturada. Por oferecer serviços de terceirização (limpeza, recepção, portaria, etc), a empresa mantém relações empresariais com clientes de diferentes estruturações e nichos econômicos e sociais, o que prevê solidez de princípios empresariais. 

 

O que já é feito

Com 650 clientes ativos, a empresa possui 2.900 colaboradores, que são constantemente treinados e requalificados de acordo com as melhores práticas do mercado. A cultura da RS Serviços entende que um funcionário seguro de si e satisfeito com sua empresa é mais feliz e, por consequente, mais eficiente. 

Isso não quer dizer atuação social da empresa esteja restrita a seu corpo de funcionários. Há uma parceria vigente com três instituições de apoio a crianças e adolescentes acometidos por doenças graves que não possuem condições dignas. A empresa fornece todos os meses proteínas para as casas Lar Amor ao Próximo, Luta pela Vida Pequenos Anjos e Luz do Amanhã.

Além das proteínas, a RS busca fazer doações durante todo o ano. São arrecadadas roupas para a campanha do agasalho, caixas de bombons para a campanha da Páscoa solidária, cestas básicas para a campanha Alimente uma Família, panetones para a campanha de Natal e outras ações conforme as necessidades das instituições.

Ciente de seu papel na defesa do meio-ambiente, a RS Serviços desenvolveu por meio de tecnologias e treinamento de seu pessoal, uma forma de reduzir em 70% o consumo de água para a limpeza de ambientes, bem como investe na liderança feminina, já que 59% dos cargos de liderança da empresa é composto por mulheres.

A seriedade da RS Serviços na aceitação desses compromissos não se encerra neles. Manter-se dentro dos protocolos de ESG é um trabalho contínuo, de recompensa também constante para a empresa, seus clientes e colaboradores, e, fundamentalmente, para toda a sociedade. 

 

1 – Na definição do professor de Harvard Joseph Nye, nos anos 1990, é a capacidade de conseguir o que se quer atraindo e convencendo os outros a adotar seus objetivos